Saiba tudo sobre as melhores marcas de carros de luxo

11 minutos para ler

O segmento automotivo sempre foi um palco promissor para a apresentação de novas tecnologias na sociedade. Tradicionalmente, esses avanços eram liderados por times inventivos, que implementavam nos veículos não somente o que havia de melhor na engenharia mecânica, mas também a paixão que fizeram os carros serem elementos tão importantes na vida das pessoas.

Com o tempo, os veículos reforçavam essa conexão com a nossa espécie, sendo objetos amplamente retratados no cinema, na música e na publicidade, frisando a funcionalidade do deslocamento cotidiano. Pensando nisso, elaboramos este post especial, em que apresentamos os principais detalhes das marcas de carro de luxo.

Afinal de contas, o que esses modelos têm de tão especial? Qual o motivo que faz com que essas máquinas sejam cobiçadas e, ainda hoje, vistas como símbolos de status e distinção social? Pois bem, esse é o tipo de curiosidade que você descobrirá durante este mergulho na história automotiva. Acompanhe!

O propósito das marcas de carro de luxo

Prazer, conforto e distinção. A certo modo, essas sempre foram as razões por trás da indústria de automóveis de luxo. Afinal, os veículos populares tendem a oferecer um conjunto funcional, entregando uma experiência prática de deslocamento.

No entanto, essa fórmula genérica nunca atraiu as mentes mais dispersas da engenharia automotiva, que sempre enxergaram na normalidade uma razão para desenvolver modelos melhores, mais belos, velozes e sofisticados, elevando anualmente a barra do que significava a tecnologia no setor.

Como em um efeito cascata, os anos passam e as tecnologias utilizadas em um veículo de luxo há 15 anos alcançam uma escala produtiva, equipando os modelos populares, que anualmente se tornam mais seguros, tecnológicos e eficientes — como uma herança resultante dos modelos que empregaram a tecnologia de uma forma pioneira.

Portanto, é justamente aqui que percebemos o maior propósito dos modelos de luxo: impactar o mercado com novas soluções, sugerindo um futuro mais eficiente e prático ao apontar para as tecnologias que serão populares no amanhã.

Essa hereditariedade da tecnologia automotiva é vista em todos os departamentos de engenharia, e também é observada na popularização de freios ABS, controles eletrônicos de estabilidade e tração, faróis DLR, sensores, câmeras, assistentes de estacionamento e tudo o mais que você possa imaginar.

Inclusive, é nesse ponto que podemos fazer um exercício de imaginação para presumir quais as funcionalidades dos carros populares do futuro, com as tecnologias aplicadas nos atuais modelo de luxo, tal como a condução semiautônoma do Volvo XC90 e a eletrificação do BMW i3.

Os benefícios de adquirir carros de marcas de luxo

Pois bem, agora que se entende o protagonismo desses modelos em empurrar a indústria automotiva para frente, vamos examinar alguns critérios básicos, que são percebidos pelo próprio consumidor durante sua jornada de compra. Afinal, quais são os motivos para comprar um modelo de luxo? Descubra agora!

Conforto

Comodidade e conveniência são virtudes que reinam absolutas a bordo de um veículo de luxo. Inclusive, esse costuma ser um critério fundamental para as montadoras, que equipam até mesmo os seus modelos mais básicos com distinções claras do segmento tradicional.

Esse conforto é percebido em todos os aspectos dos modelos, desde o material utilizado no revestimento das superfícies, na qualidade e densidade da espuma dos bancos até mesmo as soluções de tecnologia embarcada, com massageadores, ar-condicionado de inúmeras zonas, assentos com aquecimento e refrigeração localizada, luz ambiente e funcionalidades afins.

Basicamente, essa lista não tem um fim definido e pode variar bastante de uma montadora para outra, com uma sofisticação proporcional ao aumento do preço. No entanto, vale frisar que mesmo os modelos mais simples de marcas de luxo costumam se distinguir dos veículos comuns, já que essa é uma preocupação ainda mais necessária para as marcas “primas” — tal como Volkswagen e Audi, Toyota e Lexus, Honda e Acura, Nissan e Infiniti e daí adiante.

Exclusividade

De uma maneira geral, existem muitos critérios que balizam a decisão de um consumidor durante a compra, e a exclusividade é um deles. A distinção é um fator socialmente valorizado e que participa ativamente na jornada do consumidor. É nesse ponto que vale analisar qual a exclusividade oferecida por esses modelos.

Nós podemos analisar por dois pontos de vista: a exclusividade econômica e a quantitativa. O primeiro ponto argumenta o fato de que veículos mais caros representam uma barreira de entrada para muitos consumidores.

Por conta disso, aqueles que têm acesso a essa compra apresentam a distinção financeira, representada na posse do veículo. Já a exclusividade quantitativa faz menção ao baixo número de unidades. Novamente, o preço impacta na presença desses modelos no mercado, que acabam sendo mais raros nas ruas.

Segurança

Enquanto a exclusividade favorece uma decisão emocional, a segurança entra como um argumento lógico para toda essa questão. Afinal de contas, os veículos de luxo sempre equipam as melhores soluções de segurança embarcada da engenharia.

Por consequência, esses modelos sempre alcançam pontuações máximas nos crash-tests, comprovando a eficiência de todos esses componentes em proteger a vida dos ocupantes. Aqui, falamos especificamente de sistemas de detecção e evasão de colisões, airbags de cortina e para o pedestre, sistemas de distribuição de frenagem, torque e muito mais.

Para além desses pontos, vale lembrar de uma abordagem mais “anatômica”. Afinal de contas, a estrutura dos carros de luxo costuma empregar materiais de maior qualidade, que se deformam em pontos estratégicos para proteger o núcleo da cabine e evitar que os ocupantes se machuquem durante uma colisão.

Performance

Já aqui, temos um critério que argumenta tanto no lado emocional quanto analítico do consumidor. Os números de desempenho dessas marcas sempre apresentam os melhores resultados, seja na priorização da economia de combustível, torque ou potência.

Normalmente, carros de luxo contam um pedigree de esportividade, já que essas marcas costumam desenvolver um modelo que represente toda a tecnologia que seus engenheiros conseguem aplicar em um veículo.

Sendo assim, os modelos da base de uma montadora recebem, em poucos anos, as tecnologias dos modelos de topo. Pense nas tecnologias do momento: turbo, downsizing, eficiência energética. Tudo isso já esteve presente nos modelos de luxo, com muita antecedência e qualidade técnica, desenvolvendo veículos mais potentes, elásticos, ágeis, duráveis e tecnológicos.

Sofisticação

Definitivamente, a sofisticação é um fator que o dinheiro pode comprar. Na indústria automotiva, esse critério é o resultado do trabalho de uma ampla escola e uma extensa linhagem de design, que criam ambientes internos e externos, idealizando veículos com paixão, tempo e cuidado.

Na realidade, esse é o principal motivo que faz dos veículos de luxo tão distintos esteticamente dos modelos tradicionais. Na ausência da preocupação de fabricar um modelo em larga escala, toda a equipe pode se concentrar em desenvolver com primor, valorizando cada detalhe, linha, função ou superfície.

O mesmo vale para o emprego de tecnologia embarcada, que impacta o benefício do conforto. Como esses modelos serão vendidos a preços maiores, as montadoras podem equipar mimos e conveniências que influenciarão diretamente na qualidade de vida do condutor, como sistemas de som de maior qualidade, bancos mais ergonômicos e ajustes desenvolvidos para tornar o carro único a cada proprietário.

Tecnologia

Como mencionamos, as montadoras de luxo possuem os laboratórios que impulsionam a indústria em direção ao futuro. Por conta disso, esses carros são assinados como o resultado do trabalho e empenho de milhares de profissionais brilhantes em suas áreas, que entregam em suas mãos uma máquina mais eficiente que todas as outras ao seu redor. A tecnologia é vista no pacote de equipamentos, nos aparatos de segurança ativa e passiva, nos componentes e projetos utilizados no conjunto mecânico e nas soluções de conveniência e conectividade.

Qualidade

Como em um efeito cascata, toda a dedicação e especialização das áreas acima contribuem na produção de um veículo único. Com a compra de um modelo de luxo, o consumidor tem a certeza de que está levando para casa um símbolo do que a própria espécie é capaz de fazer — com a devida dose de esforço, conhecimento, dedicação e qualidade.

As principais marcas desse segmento no mercado nacional

Então, chega o momento em que mergulhamos entre as principais marcas presentes no mercado brasileiro. Por conta disso, é alta a probabilidade que você já tenha visto e se encantado por alguns dos modelos que serão elencados abaixo. Acompanhe!

Audi

Tradição, elegância e sobriedade. A Audi é uma montadora unânime na percepção do consumidor, com uma marca bastante presente no imaginário brasileiro, sendo facilmente vinculada à imagem dos sedans longilíneos e serenos, que a qualquer toque mais vigoroso no acelerador se tornam prova viva do que um lobo em pele de cordeiro pode significar. Os principais modelos no mercado nacional:

BMW

História, performance e esportividade. Em uma dobradinha alemã, a BMW se apresenta como o segundo estandarte dos sedans de luxo. A marca teve uma presença mais tímida no Brasil, mas tem transformado o mercado com sua estratégia recente, implementando inclusive uma fábrica em Santa Catarina. Os modelos:

Jaguar

Realeza, opulência e agressividade. Aqui, partimos da Alemanha para Inglaterra, onde mergulhamos em toda a ostentação monárquica da Jaguar. Os Jaguar são distintos por si só, sempre tendo como assinatura o desenho de seus carros com um conjunto de grades e faróis felinos. Os modelos:

Land Rover

Aventura, comodidade e tecnologia. Continuamos na Inglaterra para entender os tradicionais Land Rover, veículos amplamente utilizados pela família Real em todas as diligências passadas e presentes no solo inglês. A marca não tem uma diversidade de carrocerias, sendo especializada na fabricação de SUVs. Os principais modelos no Brasil:

Mercedes-Benz

Conforto, status e notoriedade. A Mercedes é o ápice do tradicionalismo automotivo alemão, fazendo com que sua estrela brilhasse de maneira persistente por todo o planeta, apostando em veículos de presença e personalidade. Os modelos mais aclamados no Brasil:

Mini

Estilo, nostalgia e identidade. A Mini nos faz retornar para a Inglaterra, local em que se criou e popularizou a ideia de um minicarro, compacto e funcional o suficiente para as vielas de Londres. Assim como a compatriota Land Rover, a Mini se especializa em pouquíssimos nichos. Os principais modelos em nosso mercado são:

Porsche

Diversão, esportividade e desempenho. Enquanto marca e ícone pop, a Porsche se destaca no mercado global, ganhando inúmeras vezes o reconhecimento da fabricação do carro mais desejado do mundo — em publicações entusiastas e editoriais — o 911. É uma marca de luxo, mas com prioridade aos modelos esportivos, veja:

Volvo

Segurança, tecnologia e proteção. A nossa última aterrissagem acontece na Suécia, as terras geladas que entusiasmaram a criação dos veículos mais seguros do mundo. A Volvo é um estandarte máximo nesse critério, sempre implementando novas soluções criativas de tornar a mobilidade urbana ainda mais segura. Os principais modelos em nosso mercado:

A aquisição de um carro dessa categoria

Por fim, vale lembrar de todas as características que fazem desses modelos únicos, soluções da engenharia moderna que entregam o melhor que um carro pode oferecer. É nesse sentido, com a soma de todas essas qualidades que os automóveis de luxo justificam seu preço e posição no mercado, entregando exatamente aquilo que o cliente quer: seja desempenho, segurança, conforto ou diversão.

Convenientemente, os consumidores que estão em busca por essas marcas de carro de luxo ainda podem canalizar suas pesquisas ao mercado de seminovos, aproveitando toda a tecnologia e robustez desses modelos, com baixa quilometram e um valor consideravelmente melhor do que aqueles praticados no segmento zero km.

E então, gostou deste post que descreve a presença de marcas de luxo tradicionais no Brasil? Assine a nossa newsletter e receba, com exclusividade, mais conteúdos como este para se manter atualizado sobre o segmento!

Posts relacionados

Deixe um comentário